COMENTÁRIO A RESPEITO DE CORINGA - OPINIÃO DA BLOGUEIRA

23/10/2019

Coringa é catarse, loucura, detalhes e outras coisas. É papo de terminar essa resenha e correr pro cinema mais próximo, é aula de psicanálise ao estilo DC. Eu nunca pensei que eles pudessem ir tão longe, mas foram e dessa vez deu certo! 

Para compor essa resenha SEM SPOILERS, apenas com minhas emoções e opiniões a respeito do longa, pela primeira vez a farei dividida em QUARTO PARTES para que vocês possam entender com clareza ao que me refiro, porque ao final, tudo isso se mistura causando um mix de muita coisa. Bora!


Fotografia 

Aos amantes da boa fotografia, o filme é um colírio aos olhos com uma palheta de cores envolvente, com mesclas frias e quentes. Ora verde, ora azul, ora amarelo, saturação baixa que faz os olhos brilharem. A movimentação das câmeras é um verdadeiro bailar proporcionando ao espectador uma imersão completa. Ao fim, pude concluir que toda a fotografia de Coringa é pensada justamente para atingir esse objetivo: Fazer com a gente mergulhe profundamente nos acontecimentos e no personagem.


O Coringa de Joaquin Phoenix

Impecável! A total e plena entrega em cada cena, em cada gesto, é fantástico. Phoenix deu o tom e todo o charme que personagem merece, estudou e procurou entender a essência de Coringa e mostrou esse lado que ninguém conhece (ou conhece mas faz de conta que é bem menos pesado que realmente é) de maneira única, capaz de te prender do início ao fim. Merece o Oscar de melhor ator sim! (Postei e sai correndo).

Trilha sonora

Instrumental, é composta por 17 faixas. Todas elas são curtas (a maioria das músicas não chega a três minutos) mas o tempo é o suficiente de te envolver por completo e compor todas as cenas de maneira espetacular. O curioso foi perceber que o nome de cada faixa é correspondente a um momento do filme, (como a icônica cena da dança no banheiro) tudo foi feito com muito carinho por aqui e o resultado final foi lindo.

  " Durante toda a  minha vida, eu nem sabia se eu realmente existia.               Mas eu existo. E as pessoas estão começando a perceber." (Coringa)

Os efeitos causados


Uma dica muito importante antes de assistir: Permita-se a toda imersão (com cuidado) proposta pelo filme ou caso contrário você o verá errado. Já começo esse tópico dizendo que durante todo o tempo você estará dentro da mente de Arthur Fleck, sentindo tudo o que ele sente, pensa, e faz. Uma vez imerso nesse mundo as sensações e sentimentos são mistos em vários momentos e creio que é por isso que o personagem de Joaquin Phoenix tem dado o que falar.


Coringa possui várias faces, que vai do cara maltratado pela sociedade, passando pelo homem galante, afeminado em alguns momentos e infantil por se achar incapaz e com raciocínio limitado. É justamente tudo isso que o torna completamente imprevisível, capaz de te deixar sem saber o que fazer para se preparar para as cenas seguintes.


Um destaque importante é para a dublagem brasileira que roubou a cena sendo extremamente fiel ao enredo do filme. Nas cenas que envolvem escritos, as leituras são em Português, e é muito normal durante todo o filme você esbarrar com quatro ou cinco palavrões ditos numa mesma sentença. Se faz necessário enaltecer porque ficou muito bom! 


Por isso e por tudo isso, que se permitir a imersão (com cuidado) é extremamente importante para uma experiência completa. Pois tudo o que foi dito nesse resenha compõe pedaço por pedaço do filme, fazendo com que você saia da sala pensativo, impactado, e impressionado com o que acabou de ver. Me mantenho assim até o fechamento desse post.


Faça com cuidado porque a total entrega nos pensamentos, sentimentos e afins podem disparar gatilhos que nem mesmo a gente sabe que tem, em várias situações você pode achar tal comportamento de Arthur normal, por estar tão envolvido com ele, lembre-se de que o tempo todo você estará dentro de sua mente, e é maravilhoso mas deve ser feita de forma cuidadosa.


Vale cada centavo, a experiência é inexplicável e definitivamente não é filme pra criança, ou pra poser. Recomendo demais!

Pegue a pipoca e bom filme =D
Beijos da blogueira!