RESENHA LITERÁRIA - O FENÔMENO GASLIGHTING

27/06/2019

Oi gente! Já falamos e muito sobre relacionamento abusivo nos meus tempos de youtuber, aqui mesmo no blog e lá no Instagram, quando dei de presente ao meu par esse livro. Eu indico essa leitura pra quem vive uma relação abusiva e quer sair, pra quem já viveu como eu e conseguiu sair ou pra quem apenas quer saber mais do assunto e ficar atento a todos os sinais para não cair numa cilada. Vem comigo!

O livro é escrito pela psicóloga Stephanie Sarkis, especializada em TDAH (transtorno do défict de atenção e hiperatividade), que começou a escrever em seu blog artigos sobre o assunto, e com isso começou a receber e-mail e telefonemas de todo o mundo de pessoas agradecidas por ela falar sobre a convivência com os abusadores. Ela conta ainda que essas pessoas contavam suas histórias e pediam ajuda de como podiam se proteger dos gaslighters (os abusadores) e com base nesses relatos e informações, ela decidiu criar este livro.

Pra começar, o termo gaslighting começou a ser utilizado em meados da década de 1960 para descrever os fenômenos psicológicos que envolvessem a manipulação das pessoas. Tudo começa em 1938 (e posteriormente a peça se torna um filme em 1944), na peça teatral Gas light, de um dramaturgo inglês. Na trama, um marido tenta convencer sua esposa de que esta esta ficando louca, vendo coisas onde não existem e achando as luzes da casa estão diminuindo, e ele afirma que não estão. Para os gaslighters, manipular é trivial. Eles usam palavras e atitudes contra o outro, tramam e mentem na cara dura. Tentam convencer suas vítimas de uma realidade forjada e por fim fazem que todos fiquem contra as pessoas atingidas (que geralmente sofrem com autoestima baixa, depressão, ansiedade e afins) E pra que tudo isso? Pelo simples prazer de fazer sofrer e o principal: Fazer com que a vítima fique cada vez mais dependente dele.

A manipulação começa sempre de maneira lenta, é muito comum ver as vítimas confundindo o comportamento com proteção, zelo e amor. E quanto mais elas confiam no abusador mais se tornam dependentes deles e mais eles manipulam e mentem tudo sob controle.

"Para todos que já foram vítimas de um gaslighter, que vocês encontrem luz, esperança e cura."  (Stephanie Sarkins - Autora)

O livro para as vitimas de abusadores funciona como uma espécie de manual: Para quem entrou poder sair, para quem não entrou se manter atento a possíveis comportamentos e não cair na armadilha. Ainda na leitura, descobrimos que a prática é realizada por homens e mulheres, e não precisam ser necessariamente amorosas. Relações de amizade, família, trabalho estão sujeitas a serem abusivas. A autora mantém durante todo o momento uma conversa com seu leitor, e antes da mesma começar os capítulos ela os prepara para o que vem nas próximas páginas. Ou seja, gradativamente quem lê é imergido no mundo gaslighting e no que faz os gaslighters.

O livro é dividido em doze capítulos, onde no primeiro é mostrado o retrato do abusador e como ele se apresenta e na sequencia, em como ele se relaciona amorosamente com suas vítimas. Dicas de como não se envolver com um abusador também são dadas no livro, e em como ele se desenvolve no ambiente de trabalho, na família e suas amizades. Durante todo o livro, é possível encontrar relatos de pessoas que viveram relações abusivas, as mesmas mantém suas identidades em sigilos com nomes fictícios e idades alteradas. E também em vários pontos da leitura, é notório ver a autora voltando em pontos já falados para exemplificar situações que possam vir a ocorrer.

Nos dois últimos capítulos do livro, os momentos que destaquei como os mais especiais. No décimo primeiro, a psicóloga propõe ao leitor a descoberta se você ou não um gaslighter, e para isso ela surge com uma série de comportamentos característicos de um abusador. A proposta de relacionamento saudável também é apresentada com uma sequencia de elementos comuns nesse tipo de prática e durante o capítulo várias outras visões são apesentadas. Mas calma, ela também dará a opção de como reverter esse lance, caso seja um abusador em potencial.

No décimo segundo, ela fala da libertação e como, onde procurar ajuda, a quem recorrer. O que pode te ajudar nesse processo de desintoxicação dessa relação ruim, lembrando sempre que isso leva tempo e que cada um tem o seu e não há problema algum nisso.

A MINHA RELAÇÃO COM O LIVRO 

Por três anos vivi um relacionamento abusivo e na época não me dava conta de que estava vivendo um. Achei por muito tempo que tudo aquilo que vivia era fruto de muito amor e cuidado vindo de meu ex-parceiro. Me isolei de amigos e familiares, e quando me dei conta de que algo estava errado estava sozinha e a única coisa que consigo atribuir a minha saída dessa relação foi a uma força muito maior do que eu que me fez desprender da vida que eu levava.

Quando comecei a ler Fenômeno gaslighting, confesso que tive receio de ver minhas feridas sangrarem novamente, e perceber de que eu não estava totalmente curada. Fiz a leitura de cada página com medo de que uma lágrima pudesse cair ou que minha garganta fechasse, pois isso indicaria que eu ainda não estava 100%. Por muitos momentos me vi em situações já conhecidas, reconheci atitudes típicas de abusadores, porém em nenhum momento chorei ou senti a a voz faltar. Lembrei de muita coisa, mas tudo num passado muito distante (e só faz dois anos que sai da situação) e vencido por mim, deixado no passado. Ao final de minha leitura me senti feliz por saber que realmente eu estava curada de todas aquelas mazelas e que felizmente eu estava pronta pra continuar a minha vida.

A leitura é imersiva e vai fazer com que você leia mais de dois capítulos por dia com certeza. Te recomendo ir marcando tudo o que achar relevante. O livro que li, está todo marcado, com anotações e sublinhados. É importante que se fixe algumas idéias que a autora apresenta.

Seja sincero com todos os questionamentos que serão feitos em alguns momentos da leitura, esse é um momento importante que pode alertar para um possível relacionamento abusivo que possa está vivendo. Como já foi dito, o livro funciona como um verdadeiro manual.

Depois da leitura é normal que alguns conceitos fiquem na sua mente, e que passe a ter uma ideia de tudo a respeito de relacionamentos de maneira mais atenta, trazendo alguns conceitos do livro para situações que possa vir a ter ou a ver. Não há problemas quando a isso e é até importante que desenvolva uma proteção contra possíveis abusadores que possa vir a conhecer, o mundo está cheio deles e ninguém trás escrito na testa quem é.

Por ser um manual, sua função é ajudar. Caso conheça uma pessoa que passe por um abuso psicológico, a presentei-a com um exemplar. Essa atitude pode salvar uma vida.

Por fim, fiz a compra pela Amazon, a entrega foi muito rápida e tudo (incluindo o frete) ficou na casa de R$ 53,00. Durante minha leitura não encontrei erros ortográficos, a capa é linda e faz uma alusão interessante ao tema usando um malabares em verniz localizado. A gramatura também é impecável. Lembrando que a versão disponível para E-reader também está disponível no site. Sem dúvidas, recomendo demais

Beijos e boa leitura!